ECOPONTOS TÊM AUMENTO DE ENTREGA DE RECICLÁVEIS

Os oito Ecopontos municipais registraram aumento, pelo segundo mês consecutivo, no recebimento de resíduos recicláveis. Os dados estão nos relatórios operacionais de março e abril da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Bauru e Região (Ascam), responsável pela gestão das unidades.
Em março, foram realizados 12.336 atendimentos para recebimento de recicláveis contra 9.526 registrados em fevereiro, o que representa incremento de 29,5% se comparados os dois períodos. Em abril, houve aumento de 7,87%.
Os benefícios desse aumento são a redução no impacto ambiental, uma vez que o material reciclável volta à cadeia de produção, evitando o uso de novas matérias-primas e reduzindo o consumo de fontes de energia e de água.
Outro benefício é evitar que resíduos recicláveis sejam destinados indevidamente ao aterro sanitário. Dados do Ministério do Meio Ambiente apontam que 1/3 do lixo doméstico é composto de embalagens, das quais 80% são utilizadas uma única vez.
A Ascam atribui o aumento de captação de recicláveis nos Ecopontos à percepção do serviço prestado. “A população tem percebido que os Ecopontos são os locais mais adequados para realizar a destinação dos resíduos recicláveis, pois abrem todos os dias da semana, inclusive feriados, respeitando o horário de abertura e fechamento, e também sabe que lá será realizada a destinação correta desses materiais”, avalia Gisele Moretti, presidente da Ascam.
Para Dorival Coral, gerente ambiental da Ascam, o treinamento contínuo dos catadores somado à melhoria física das unidades também são fatores que contribuíram para esse aumento na captação de recicláveis.
“Estamos melhorando os processos de atendimento, para que o munícipe seja adequadamente e rapidamente atendido e temos registrado as destinações de forma mais detalhada. Tudo isso transmite à população segurança em relação ao serviço prestado”, afirma Coral.
Os Ecopontos funcionam de segunda a sábado, das 7h às 19h, e aos domingos, das 8h às 16h. Mais informações em www.ascam.org.br.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.